Como reduzir o Custo de Aquisição do Cliente: 3 dicas para o e-commerce

Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin

Com o crescente aumento da atuação do Brasil no setor de e-commerce, cada vez mais investimentos estão sendo atribuídos aos negócios on-line, principalmente nas estratégias de aquisição de consumidores. Mas para que a receita não seja comprometida totalmente, é válido entender como reduzir o Custo de Aquisição do Cliente.

Mais conhecida como CAC, essa métrica tem um importante papel na gestão de uma empresa. Isso porque esse cálculo aponta o capital que está sendo aplicado, assim como se a estratégia usada está sendo eficaz.

As perspectivas são que o setor continue crescendo no Brasil, como apontam as pesquisas da DHL — estudos da Compre&Confie e Webshoppers —, que indicam que em 2021 haverá um crescimento de 17%, o segundo país da América Latina com alta porcentagem, ficando atrás somente do México, com 25%.

Além de ser um indicador da saúde do negócio, o CAC ainda possibilita uma atração maior de aplicações. Ou seja, uma boa métrica não só torna a empresa mais atraente para investidores, mas demonstra que ela tem uma base sólida para crescer. A seguir, entenda a importância de entender como calcular CAC.

 

CAC do e-commerce está bom? Descubra

O Custo de Aquisição de Clientes é uma métrica que indica a saúde do seu negócio ao comparar os gastos aos resultados adquiridos, mas será o resultado ideal? A fórmula consiste em:

  • CAC = soma dos investimentos / número de clientes adquiridos.

Somando no item “valor dos investimentos” estão gastos como os salários da equipe, comissões de vendas, treinamentos de colaboradores, assinatura de softwares e plataformas, viagens e entre outros. Ao ter todas essas informações você deve comparar o resultado a duas outras métricas:

  • No caso do seu e-commerce ser de um setor mais pontual, como venda de roupas, você deverá comparar o valor do CAC ao ticket médio. Assim, quanto menores os valores do Custo de Aquisição do Cliente em comparação a essa outra métrica, melhor estará o seu negócio, já que o usuário estará cobrindo os gastos de engajamento,
  • Agora, se você está administrando um e-commerce de compras recorrentes, como softwares, o mais indicado é comparar o LTV (Lifetime Value) da empresa com o CAC e, assim, entender se serão necessárias mudanças, como reduzir o Custo de Aquisição do Cliente. Para isso, busque sempre um CAC menor que o LTV.

 

Relação do CAC com outras métricas

Entre um dos principais fatores que influenciam na melhora do desempenho de um e-commerce está a jornada do consumidor. E como as experiências do usuário estão em constante mudança é necessário o acompanhamento de algumas métricas em conjunto com o CAC.

A média do mercado, o ticket médio e o LTV são alguns desses indicadores. Ou seja, se o valor que o usuário gasta com a sua empresa é maior que o capital investido, fique tranquilo que o negócio está tendo lucro.

Agora, se o valor usado para a aquisição de cliente está menor que o capital que o usuário “deixa” no e-commerce — ticket médio ou LTV —, esse é um sinal que sua empresa pode estar em risco, assim, sendo melhor fazer mudanças na estratégia atual.

 

Como otimizar o Custo de Aquisição de Clientes?

Caso você tenha percebido que o CAC do seu e-commerce não está acima das métricas que citamos acima, é hora de entender como reduzir o Custo de Aquisição do Cliente, voltando o seu foco para estratégias de Marketing Digital e experiência do usuário. Para saber mais, acompanhe as dicas que separamos.

 

Invista no Inbound Marketing

Diferente do Marketing tradicional, o Inbound tem como objetivo tornar mais influído e amistoso os meios de comunicação para atrair consumidores. Entre os principais meios de fazer esse tipo de conversão está criar conteúdos exclusivos.

Aplicar estruturas de conteúdos diferentes para as buyers personas do seu e-commerce é uma das estratégias para começar a diminuir o Custo de Aquisição do Cliente. Isso porque você estará criando um funil de vendas que acompanhará a jornada do cliente.

Outro conceito atrelado ao Inbound Marketing é o vendarmarketing. Ou seja, a decisão e prática de estabelecer uma comunicação entre os setores, assim facilitando uma tomada de decisão mais assertiva.

 

Automatize o processo de atração de clientes

Investir em softwares que facilitem e agilizem o processo de aquisição do cliente também é uma forma de reduzir o CAC. Isso porque o desenvolvimento manual dessas demandas, em geral, custam mão de obra e tempo, além de estar sujeito a falhas.

Porém com um CRM (Customer Relationship Management), a decisão de começar uma estratégia de e-mail marketing, por exemplo, se torna mais lucrativa e otimizada.

 

Aplique a meta SMART

As metas SMART, em português: S (específica), M (mensurável), A (atingível), R (relevante) e T (temporal), são um tipo de direcionamento de estratégias muito usado no marketing digital.

Em outras palavras, como um meio para começar a reduzir o Custo de Aquisição do Cliente, uma das principais dicas é analisar se a estratégia possui todas as características que são compostas a sigla “SMART”.

 

Encontre na Stoom uma plataforma personalizável

Como você pôde perceber, entender como reduzir o Custo de Aquisição do Cliente é uma estratégia que tende a envolver a experiência do usuário. Por isso, para que você consiga um serviço personalizado é importante entender qual é a melhor plataforma de e-commerce. Acesse o blog da Stoom e descubra como podemos ajudar.

Quero receber um
e-book sobre logística no e-commerce