Economia circular: qual é a importância dessa prática para os negócios?

economia-circular

Ao pensar sobre o modelo de economia predominante, entendemos sua colaboração para o modo de vida atual com elevado desenvolvimento tecnológico. Por outro lado, os impactos ambientais são perceptíveis e prejudiciais, levando à elaboração da economia circular. Descubra os benefícios que esse modelo pode trazer ao seu negócio!

O que é economia circular?

O objetivo da economia circular é reduzir os impactos das atividades econômicas no meio ambiente. Essa economia tem um ciclo que percorre a produção, o consumo, o descarte e a reutilização das mercadorias, desde as embalagens até as peças.

O modelo foi pensado a partir da observação da natureza, na qual os animais se agrupam em ecossistemas e reaproveitam a energia de cada processo biológico. Ao ser adaptado, foi estruturado para aumentar o ciclo de vida dos produtos e dar mais valor aos recursos extraídos da natureza.

Economia circular e sustentabilidade são conceitos paralelos, que ganham espaço na sociedade brasileira aos poucos e podem se desenvolver por meio da conscientização e da fomentação por políticas públicas.

De acordo com a pesquisa feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em 2020, houve um aumento na preocupação ambiental e na conscientização do consumo sustentável, e 31% dos brasileiros disseram estar dispostos a pagar mais caro por produtos produzidos de forma ambientalmente correta.

O que difere as economias?

Ao entender o que é economia circular, é possível comparar esse modelo ao linear, que ainda é o mais seguido. Ele é responsável pela criação de produtos não reaproveitados e descartados em um curto prazo, aumentando a produção, o consumo e a exploração dos insumos finitos da natureza.

A obsolência programada também é decorrente desse modelo: os produtos são fabricados para parar de funcionar em um tempo definido, o que implica na substituição deles por outros, gerando ainda mais descarte impróprio na natureza.

Já a circular, trabalha a percepção de que os produtos podem ser produzidos com um design que permita a reutilização da matéria-prima, a reciclagem e novas formas de utilização, como o compartilhamento e o aluguel de produtos que já não são mais úteis para quem os comprou.

Impactos da economia linear no meio ambiente

A alta demanda impulsionada pelo consumismo influencia a produção da economia linear. A indústria trabalha em grande escala para manter o mercado girando e, consequentemente, necessita de mais recursos naturais, muitas vezes indisponíveis para atender à necessidade humana.

Segundo o relatório Planeta Vivo, nos últimos 50 anos, o mundo passou por uma transformação em que o crescimento da população e o aumento da atividade e do consumo no comércio global impactaram na estabilidade da natureza.

Diminuição da biodiversidade e dos habitats, superexploração dos recursos naturais, aumento da poluição, propagação de espécies invasoras e mudanças climáticas são consequências que podem levar à destruição dos ecossistemas terrestres e marinhos.

Ainda de acordo com o relatório, a pegada ecológica — metodologia que mede a pressão do consumo humano sobre os recursos da natureza — excedeu a taxa de regeneração da Terra.

A atividade humana requer 1,56 vezes mais do que a biocapacidade do planeta (capacidade de produção de recursos úteis e de absorção dos resíduos gerados pelos humanos).

Benefícios da utilização

Esse modelo impacta positivamente na natureza e promove mudanças sustentáveis nas novas formas de negócios que surgem a partir dela. Ao escolhê-lo, há a redução de custos na etapa de descarte, pois os resíduos finais voltam ao ciclo de produção.

Quando a matéria-prima não é descartada da forma correta e fica nos aterros, ela libera metano (um dos gases que agravam o efeito estufa), que, ao ser queimado, produz gás carbônico. Por não descartar os resíduos em aterros sanitários, as empresas que adotam esse tipo de modelo colaboram com a baixa emissão de carbono.

Outro benefício é a modularidade na economia circular. Os produtos são projetados e seus componentes podem ser usados separadamente para novos propósitos. 

A modularização proporciona versatilidade e flexibilização, já que cada produto pode ser reparado e transformado em algo diferente ou os itens que os compõem podem originar novos produtos.

Com a redução do uso dos recursos naturais, a empresa promove um desenvolvimento sustentável que colabora para a valorização e a imagem da marca. A produção com reaproveitamento dos resíduos também gera competitividade no mercado e inovação tecnológica.

Novas oportunidades de negócios

Escolher entre economia linear e circular é uma oportunidade de reposicionar as empresas no mercado. Ao optar pela circular, há a possibilidade de serem explorados novos negócios voltados à sustentabilidade.

Algumas marcas já apostam em produtos feitos a partir de materiais reciclados e biodegradáveis, como a Coca-Cola, que incentiva o uso de garrafas retornáveis, e a Pantys, que fomenta o uso de calcinhas absorventes como forma de reduzir o descarte dos produtos de absorção feitos de plástico, com longa decomposição.

A economia circular no Brasil tem um estímulo chamado Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), uma ferramenta criada no país para medir o comprometimento das empresas com o meio ambiente como forma de priorizar aquelas ecologicamente corretas e atrair investimentos para a área.

O nicho de produtos sustentáveis cresce cada vez mais, com opções que podem ser adaptadas de acordo com cada empresa, como embalagens recicláveis, iniciativas de aluguel de produtos, reaproveitamentos a partir da personalização do que foi descartado — como peças que acabam em brechós e ganham espaço em novas decorações — e outras alternativas inovadoras.

Saiba como diferenciar a sua empresa

A economia circular é um modelo que possibilita a criação de novos negócios e implementações que tornem sua empresa diferente em comparação com as que estão presentes no mercado. Então, se você tem interesse nesse assunto, leia nosso artigo para entender como tornar seu e-commerce único.

Gostou? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Baixe gratuitamente nosso e-book sobre logística no e-commerce e saiba mais sobre o assunto

CONTEÚDOS RELACIONADOS

MAIS CONTEÚDOS