Teste de usabilidade: melhorias para o UX do seu negócio

teste de usabilidade

Grande parte dos e-commerces tem adotado uma mesma estrutura de layout, que consiste em produtos em destaques, filtros, CTA (Call To Action), entre outros elementos. Para se destacar no mercado, porém, é necessário ter um diferencial. Mas não é só se basear em suposições, e sim em um teste de usabilidade.

“Mas, afinal, o que é teste de usabilidade?”. Essa é uma importante ferramenta, que auxilia na avaliação de eficiência de produtos e serviços digitais, levando em consideração o envolvimento dos usuários. 

Assim, ao contrário de outros métodos de análise, o teste de usabilidade tem como ponto de partida a opinião do próprio usuário, que irá sinalizar onde precisam ser implementadas melhorias. A seguir, explicaremos com mais detalhes porque e como utilizar essa ferramenta em prol do crescimento do seu e-commerce. Confira.

 

Qual a importância dos testes de usabilidade para o e-commerce?

O teste de usabilidade on-line é um recurso que ajuda a direcionar as ações dentro de uma plataforma, fugindo de achismos que não são pautados em dados verídicos. Isso porque, quando se segue somente a intuição, pode ser que as mudanças afetem negativamente, podendo haver considerável queda na conversão.

Dessa forma, assim que tiver os resultados e dados em mãos que validem essas mudanças na interface, é possível começar a implementá-las. Afinal, ter um diferencial na sua plataforma é essencial para estar à frente da concorrência.

A Stoom, por exemplo, antes de tomar qualquer decisão, analisa e identifica os pontos que precisam de atenção e como é possível melhorar o UX (User Experience) do consumidor. Todas as ações são planejadas e desenvolvidas para que o seu e-commerce se destaque e alavanque no mercado.

 

Por onde começar essa análise?

Para começar a coleta e análise de dados, também é necessário um plano de teste de usabilidade. Isso porque mesmo que muitos digam que é necessário começar pela homepage, não é bem assim. Afinal, é preciso seguir uma hierarquização das mudanças mais importantes.

Os problemas que precisam ser resolvidos podem ser os mais diversos, desde a página lenta, taxonomia confusa, layout não amigável ou ofertas não atrativas. Assim, ao identificar o que está causando a queda da taxa de conversão, fica mais fácil identificar o que é prioridade.

 

O que é analisado?

Em um teste de usabilidade, geralmente são analisados quatro pontos diferentes, que são desempenho, precisão, lembrança e resposta emocional. Abaixo, explicamos melhor. Confira:

  1. Desempenho: quanto tempo o usuário leva para encontrar o que está procurando;
  2. Precisão: quantos erros houve durante o acesso e se eles foram fatais para que o usuário abandonasse a jornada de compra;
  3. Lembrança: se depois de abandonar o processo, o cliente volta para continuar;
  4. Resposta emocional: entender como o usuário se sentiu ao comprar na sua plataforma.

Com esses tipos de dados, é possível fazer um checklist de teste de usabilidade e começar a implementar mudanças que aprimorem a navegação dentro do seu e-commerce.

 

Métodos para utilizar o teste de usabilidade

Mesmo que tenha entendido o uso desse método no seu e-commerce, é necessário compreender como fazer o teste de usabilidade na sua plataforma. Para isso, separamos a seguir alguns dos modos de implementação. Veja.

 

Teste experimental

O teste experimental é um tipo de análise que tem um dos fundamentos mais teóricos das opções de teste de usabilidade. Ele consiste em fazer perguntas ao usuário, tendo como base os seguintes passos:

  • Identificação das variáveis de interação entre usuário e plataforma, além das características da interface;
  • Utilização de um grupo de usuários como amostragem;
  • Criação de uma hipótese experimental para ser comprovada ou refutada;
  • Mensuração dos resultados colhidos;
  • Conclusão da análise e implementação das mudanças necessárias.

 

Teste simplificado

Agora, o teste simplificado consiste em colher indicações do próprio usuário que mostrem possíveis pontos que estejam atrapalhando o desenvolvimento da navegabilidade dos consumidores. De modo geral, é uma análise simplificada do método anterior.

 

Teste A/B

Muito usado por desenvolvedores, o teste A/B é um dos métodos do teste de usabilidade mais conhecidos. Afinal, ele possui custos reduzidos, é possível sentir mudanças em pouco tempo e pode-se aproveitar o próprio tráfego do e-commerce para fazer comparações.

Essa é uma metodologia que envolve a duplicação de uma página, na qual você faz alterações em uma enquanto a outra fica como um modelo base. Assim, ao analisar os resultados, é possível identificar se as mudanças tiveram sucesso.

 

Escala de Usabilidade do Sistema

Também conhecida como System Usability Scale (SUS), essa é uma ferramenta usada para quantificar  com precisão a usabilidade de uma plataforma. Para isso, é necessário fazer dez perguntas ao usuário, sendo que uma resposta corresponde a cinco pontos — “discordo completamente” vale um ponto; “concordo completamente”, cinco pontos.

Neste questionário, você deve fazer perguntas sobre a experiência que o usuário teve, o que fez com que ele abandonasse o processo, o que foi preciso aprender para usar, entre outras questões.

Com esse tipo de experiência, é possível entender o que pode ser melhorado ou se o uso do neuromarketing está sendo efetivo, por exemplo. O teste de usabilidade é uma grande ferramenta para alavancar o seu e-commerce.

 

A Stoom está preparada para criar uma plataforma personalizada

Se estiver procurando um diferencial de mercado para a plataforma do seu e-commerce, conte com a Stoom. Somos uma empresa especializada em trazer soluções que ajudem no UX dos nossos clientes. Acesse nosso site e entre em contato conosco.

Gostou? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Baixe gratuitamente nosso e-book sobre logística no e-commerce e saiba mais sobre o assunto

CONTEÚDOS RELACIONADOS

MAIS CONTEÚDOS